Quatro brasileiros na etapa da Liga Diamante dos EUA

Quatro brasileiros competem no Prefontaine Classic, a terceira etapa da Liga Diamante, o principal circuito de torneios da IAAF: Thiago Braz da Silva, Almir Cunha dos Santos, Darlan Romani e Thiago do Rosário André. A competição será disputada nesta sexta-feira (dia 25) e sábado (26), no Estádio Hayward Field, em Eugene, Oregon, nos Estados Unidos.

Thiago Braz, campeão olímpico do salto com vara, estreia na temporada ao ar livre, enfrentando os melhores atletas do mundo da prova, a partir das 18:37 desta sexta-feira (00:37 de sábado no horário de Brasília).

Depois de encerrada a temporada de competições em pista coberta, Thiago iniciou os treinos ao ar livre na cidade italiana de Fórmia, onde é orientado pelo especialista ucraniano Vitaly Petrov. O recordista olímpico, com 6,03 m, garante estar “confiante”, e espera obter “o melhor resultado possível” dentro dos bons treinamentos realizados. Após Eugene, Thiago participa do Golden Gala de Roma, na Itália, no próximo dia 31.

No Hayward Field, o atleta do Pinheiros terá entre seus oponentes o recordista mundial Renaud Lavillenie, da França, o campeão mundial Sam Kendricks, dos Estados Uunidos, e o campeão pan-americano Shawn Barber, do Canadá. Além de outros importantes saltadores, como o alemão Raphael Holzdeppe, o polonês Piotr Lisek e o sueco Armand Duplantis.

No salto triplo, Almir Junior vai disputar pela primeira vez uma etapa da Liga Diamante na carreira. Vice-campeão mundial indoor, o atleta mato-grossense entra na prova às 16:43 de sábado (horário de Brasília), com a terceira melhor marca do mundo de 2018: 17,53 m (0.3 m/s), resultado obtido na vitória no Meeting de Guadalupe, no último dia 12.

Animado, o saltador da Sogipa, treinado por José Haroldo Loureiro Gomes, o Arataca, quer manter a regularidade, passar novamente dos 17 m e brigar por um lugar no pódio. Entre os inscritos estão o bicampeão olímpico Christian Taylor e o campeão mundial indoor Will Claye, ambos dos Estados Unidos, além do cubano naturalizado azerbaijanês Alexis Copello.

Na Milha Bowerman, Thiago André busca a segunda vitória na prova de 1.609 m, marcada para as 18:51 (de Brasília). Ele ganhou no ano passado, com 3:51.99. O corredor fluminense estreou na Liga Diamante no último dia 12, em Xangai, na China, ficando em sétimo lugar nos 1.500 m, com 3:35.40.

A marca foi a melhor de Thiago na temporada. Antes ele tinha 3:43.12, alcançada em torneio da FPA , em São Bernardo do Campo (SP). O tempo de Xangai é o segundo melhor da carreira de Thiago, que em 2017, no Meeting de Nigmegen (Holanda), fez 3:35.28.

Atleta da Orcampi Unimed, treinado por Ricardo DAngelo, Thiago participou de camping de preparação em Paipa, na Colômbia, organizado pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), com apoio do COB, e recursos do Programa Caixa de Campings, Patrocinadora Oficial do Atletismo brasileiro.

O último brasileiro a ser incluído na competição foi Darlan Romani (Pinheiros), no arremesso do peso. Ele foi convidado nesta quarta-feira (dia 23) pelos organizadores. Ele venceu a prova no último domingo (20) no Meeting de Gwiadz, na Polônia, com 21,94 m, novo recorde sul-americano, marca obtida na sexta série de arremessos. É a terceira marca no Ranking Mundial da IAAF.

Comentários
Raquel Luciano

Raquel Luciano

Jornalista

%d blogueiros gostam disto: